15 cervejas para tomar no Inverno

Inverno combina com o quê? Cerveja. Isso mesmo!

Com o inverno se aproximando, os dias ficam mais curtos e as temperaturas mais baixas, e os nossos corpos pedem comidas e bebidas que combinam com o clima. Assim como no verão nosso corpo pede comidas e bebidas leves, refrescantes e cítricas, no inverno a necessidade é por alimentos e bebidas com mais corpo, nutritivos e com sabores que remetem ao aconchego como chocolate, café, madeira, baunilha e tabaco.

Selecionamos neste artigo 15 cervejas para o inverno, com sugestões de harmonização com pratos que combinam com a estação.

Morada Hop Arábica
Origem: Curitiba, PR – Brasil
Teor Alc.: 5,0%
Estilo: Belgian Blonde com café

Cervejas para o inverno não precisam necessariamente ser pesadas e alcoólicas. A Hop Arábica é baseada nas refrescantes cervejas claras belgas do estilo Belgian Blonde, porém a adição de café traz seus aromas e sabores, que são complementados pelo perfil frutado, permanecendo na boca e pedindo mais um gole.

Harmonização: Penne ao pesto.

 

 

 

Cervejas-para-o-inverno-Bier-Hoff-Jerimoon

Bier Hoff Jerimoon

Origem: Curitiba, PR – Brasil
Teor Alc.: 5,5%
Estilo: Pumpkin Ale

Se o doce de abóbora fosse uma cerveja, seria esta! Produzida com adição de abóboras caramelizadas e especiarias como cravo, canela e noz-moscada, esta cerveja de coloração âmbar alaranjado traz aromas e sabores que remetem ao doce, com baixo amargor e alto drinkability.

Harmonização: Bolinhos de carne seca.

 

 

Cervejas-para-o-inverno-Bamberg-Rauchbier

Bamberg Rauchbier
Origem: Votorantim, SP – Brasil
Teor Alc.: 5,2%
Estilo: Rauchbier

Bela cerveja da Bamberg, com perfil intenso de maltes defumados. Tem coloração marrom, translúcida, com boa formação de espuma. Aroma nitidamente defumado, complementado por notas de caramelo e leve amargor. Se você gosta de cervejas de malte defumado, a Bamberg Rauchbier é um “copo cheio”!

Harmonização: Costelinha de porco assada e regada com molho barbecue.

 

Cervejas-para-o-inverno-Rogue-Hazelnut-Brown-Nectar

Rogue Hazelnut Brown Nectar
Origem: Newport – EUA
Teor Alc.: 6,2%
Estilo: Brown Ale

Cerveja de coloração marrom escura. Aroma de avelã predomina sobre a base maltada remetendo a caramelo, nozes, toffee e café. O sabor levemente amargo, com notas de castanha e caramelo com final levemente adocicado.

Harmonização: Tábua de queijos com Brie e Gruyère.

Cervejas-para-o-inverno-Duchesse-de-Bourgogne

Duchesse de Bourgogne

Origem: Vichte – Bélgica
Teor Alc.: 6,2%
Estilo: Flanders Red Ale

A Duchesse de Bourgogne é um blend de lotes de 8 e 18 meses de Flanders Red Ale maturado em barril de carvalho. Seu nome é homenagem à Duquesa Maria de Borgonha, conhecida como Maria a Rica, que viveu no século XVI e conseguiu mostrar o poder da região da Borgonha perante o reino francês através de seu temperamento forte. Cerveja de coloração marrom avermelhada e espuma de média formação que se agarra à taça. Seu aroma é intenso, trazendo notas acéticas, amadeiradas e viníficas. Na boca a acidez é igualmente intensa porém saborosa, complementada por gostos de frutas vermelhas e notas de madeira e vinho tinto.

Harmonização: Carbonade Flamande.

Cervejas-para-o-inverno-Dieu-du-Ciel-Aphrodisiaque

Dieu du Ciel! Aphrodisiaque

Origem: Montreal – Canadá
Teor Alc.: 6,5%
Estilo: American Stout

Se tem uma cervejaria que faz cerveja boa é essa canadense da Dieu du Ciel!. A Aphrodisiaque tem coloração preta opaca, com média formação de espuma clara. Aromas intensos de maltes tostados e torrados, remetendo a café e chocolate amargo, complementados por notas de baunilha e cacau. Com dulçor e amargor em equilíbrio, resultando uma das melhores Stouts que já provei.

Harmonização: Queijos de massa dura, como o Grana Padano.

Cervejas-para-o-inverno-Ayinger-Celebrator

Ayinger Celebrator

Origem: Aying – Alemanha
Teor Alc.: 6,7%
Estilo: Doppelbock

Esta cerveja é considerada por muitos como a melhor referência do estilo Doppelbock. Coloração marrom escura cristalina, com boa formação de espuma cremosa. Aromas nitidamente maltados remetendo a caramelo, chocolate amargo e melado. Na boca apresenta leve amargor e calor do álcool que persistem no final. Cerveja intensa, equilibrada e saborosa.

Harmonização: Fondue de Carne.

Cervejas-para-o-inverno-Tupiniquim-Dubbel

Tupiniquim Dubbel
Origem: Porto Alegre, RS – Brasil
Teor Alc.: 7,0%
Estilo: Belgian Dubbel

O estilo Dubbel é uma boa pedida para o inverno devido a seu teor alcoólico presente, aromas e sabores remetendo a frutas secas, chocolate e castanhas. A Tupiniquim Dubbel é um ótimo exemplo do estilo, de coloração marrom escura e seguindo o perfil achocolatado e de frutas secas, predominando o chocolate.

Harmonização: Goulash

Dieu du Ciel! Blanche Neige

Origem: Montreal – Canadá
Teor Alc.: 8,3%
Estilo: Imperial Witbier

Esta cerveja é baseada nas Witbier, cervejas belgas de trigo com perfil cítrico e refrescante, porém conta com maior carga de especiarias e teor alcoólico. As Witbiers geralmente são associadas ao verão, já a Dieu du Ciel! fez esta versão sazonal para o Inverno – o nome significa “Branca de Neve” em francês. O resultado é uma cerveja de coloração amarela turva, com boa formação de espuma cremosa, aromas intensos de especiarias predominando cravo e canela. O calor do álcool é perceptível, agradável, e o final traz um leve herbal do lúpulo.

Harmonização: Panqueca com Xarope de bordo (Maple Syrup).

Cervejas-para-o-inverno-Bodebrown-Cacau-Wee

Bodebrown Wee Heavy Cacau

Origem: Curitiba, PR – Brasil
Teor Alc.: 8,0%
Estilo: Strong Scotch Ale com cacau

Uma das melhores cervejas da Bodebrown é a Wee Heavy. Outra é a Cacau IPA, feita junto com a Stone, da Califórnia. Agora já imaginou uma Wee Heavy Cacau?! É isso ai, ela existe, e é muito boa. Possui o corpo da Wee Heavy, os gostos de caramelo, toffee e leve torrado. Na boca é adocicada, com textura aveludada, médio-alto corpo e baixo amargor. Final com leve presença do álcool e tudo isso acompanhando do gosto do cacau.

Harmonização: Pudim da vovó.

Cervejas-para-o-inverno-Invicta-Boss

Invicta Boss
Origem: Ribeirão Preto, SP – Brasil
Teor Alc.: 8,0%
Estilo: Imperial IPA

— “O que vamos colocar no novo rótulo?”
— “Sei lá, coloca a minha cara aí”

Assim foi criado o novo rótulo da Invicta Imperial IPA, que retrata os proprietários da cervejaria. Uma cerveja de coloração âmbar cristalina e boa formação de espuma densa. Aromas intensos cítricos, herbais e florais dos lúpulos, com notas maltadas remetendo a caramelo ao fundo. Na boca é equilibrada entre amargor do lúpulo e dulçor do malte, finalizando com um dulçor residual. Intensa e com bom drinkability.

Harmonização: Hambúrger de cordeiro com bacon e gorgonzola

Cervejas-para-o-inverno-North-Coast-Brother-Thelonious

North Coast Brother Thelonious

Origem: Fort Bragg – EUA
Teor Alc.: 9,4%
Estilo: Belgian Dark Strong Ale

Cerveja feita em um estilo típico dos monastérios belgas para homenagear o “monge” americano (“Monk” em inglês) e ídolo do Jazz, Thelonious Monk. E não é uma homenagem vazia, visto que a cervejaria contribui para o Thelonious Monk Institute of Jazz com cada caixa vendida deste rótulo, promovendo a educação do Jazz nos EUA. É uma cerveja de coloração marrom escura e boa formação de espuma bege. No aroma traz notas intensas de frutas secas, chocolate e castanhas. Possui médio amargor e teor alcoólico presente, que traz uma sensação agradável de calor.

Harmonização: Brownie com calda de chocolate.

Cervejas-para-o-inverno-Tupiniquim-Monjolo-Floresta-Negra

Tupiniquim Monjolo Floresta Negra
Origem: Porto Alegre, RS – Brasil
Teor Alc.: 10,5%
Estilo: Imperial Porter com framboesa

Cerveja feita a partir da Monjolo Imperial Porter, com adição de cacau, baunilha e framboesas. Apresenta coloração preta opaca, com espuma cremosa cor de caramelo. Aromas intensos de torrefação, chocolate e baunilha complementados por notas de framboesa. Na boca perfil licoroso e adocicado, seguindo os aromas. Amargor presente equilibrado com o dulçor, persistindo no final os gostos torrados.

Harmonização: Cheesecake com caldas de frutas vermelhas.

Cervejas-para-o-inverno-Evil-Twin-Freudian-Slip

Evil Twin Freudian Slip
Origem: Copenhagen – Dinamarca
Teor Alc.: 10,3%
Estilo: Barley Wine

Cerveja do estilo Barley Wine, “vinho de cevada” em inglês. Pelo nome já se percebe que trata-se de uma cerveja intensa e alcoólica, e este rótulo da Evil Twin não deixa para menos. Apresenta coloração marrom avermelhada translúcida, com média formação de espuma cremosa bege. No aroma traz notas intensas de caramelo, castanhas e chocolate dos maltes, junto com notas cítricas dos lúpulos. Na boca tem perfil licoroso, alcoólico, com dulçor e amargor intensos em equilíbrio. Final persistente adocicado e amargo.

Harmonização: Crème Brûlée

Cervejas-para-o-inverno-Aventinus-Eisbock

Schneider Weisse Aventinus Eisbock

Origem: Kelheim – Alemanha
Teor Alc.: 12,0%
Estilo: Eisbock

Tradicionalmente para se fazer as cervejas Eisbock deixava-se os barris com cerveja pro lado de fora da cervejaria, para que eles propositalmente congelassem a água e com isso restava a cerveja mais alcoólica. Esta versão da Schneider Weisse, feita a partir de uma Bock de trigo (Weizenbock), tem coloração marrom escura com reflexos avermelhados, boa formação de espuma e perfil licoroso. Seus aromas e sabores remetem a frutas secas, figo, ameixas, caramelo. O amargor é baixo, e o final é adocicado e quente.

Harmonização: Prove somente ela, principalmente para fechar uma refeição.

 

Conteúdo publicado originalmente em Mestre cervejeiro

glass of beer on wooden table over winter landscape